segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Raízes da Contra Revolução Soviética

Escrevi esse texto sobre a URSS como material didático para o Pré-Vestibular da Escola Operária. Acho necessário ampliar seu recorte cronológico ao menos até 1990, assim como inserir notas de roda-pé com citações. Mas como ainda não tive tempo de fazer isso, ofereço-o como está para o estudo dos camaradas:

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Reflexões sobre cinco anos de política estudantil

Produzi esse texto logo que saí da UFMG, e é por isso que resolvi não revisá-lo. As experiências dos últimos anos poderiam ofuscar ou apagar as experiências que então estavam mais vivas em minha memória. Também a linguagem seria alterada com essa revisão, afastando o texto dos estudantes.

Como se nota na introdução, eu era então militante do PCdoB (hoje sou do PCB). Mais exatamente, eu fui da direção estadual da UJS mineira entre 1994 e 1998, o que me permitia ter uma visão geral do movimento estudantil no país, o suficiênte para perceber seus problemas comuns. Foi essa experiência também que me permitiu observar de perto os processos de degeneração de uma organização de esquerda, e as ligações desse processo com o aparelhamento das organizações estudantis.

Esse texto tem agradado aos militantes do movimento estudantil:

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Por onde começar ?


Em 1902, Vladmir Ilich Ulianov (Lênin) levantou e respondeu essa pergunta, que obviamente se refere à revolução. Até hoje é um texto indispensável, e que dispensado pela esquerda brasileira e mundial (como a maioria do que Lênin escreveu) está fazendo enorme falta.

A segunda metade das 7 páginas desse artigo tratam da importância das comunicações para uma organização revolucionária. Nas primeiras páginas, Ilich tratou da própria importância da existência de uma organização revolucionária e de um assunto que agora voltou à moda - o terrorismo. 

Donwload em :

http://rapidshare.com/files/156320943/Por_onde_come_ar_em_portugues.pdf.html .